Nativa
Product ID: 260
New In stock
Ameixa Seca Nativa 1kg

Ameixa Seca Nativa 1kg

Marca: NativaDisponibilidade: Disponível em 1 dia útil

 
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Um benefício inusitado das ameixas secas veio a público com uma pesquisa da Universidade de Liverpool, na Inglaterra: prestar serviço àqueles que desejam ou precisam perder peso. O estudo revela que, embora sejam carregadas de açúcar (e, portanto, calóricas), essas frutas ajudam a emagrecer.

 

A descoberta veio depois que a equipe do professor de psicologia experimental Jason Halford recrutou 100 voluntários acima do peso e que não costumavam incluir muita fibra na dieta. Metade recebeu a incumbência de ingerir porções do fruto seco durante os lanches intermediários.

A outra metade só foi orientada a seguir um cardápio balanceado. Passados três meses de estudo, a turma que ficou com as ameixas secas – 140 gramas por dia para as mulheres e 171 gramas para os homens – conseguiu emagrecer 2 quilos. Mais: a circunferência da barriga dos participantes diminuiu, em média, 2,5 centímetros. Valores realmente melhores do que os obtidos com o grupo de controle.

Halford não hesita em dizer que a grande soma de fibras da fruta responde pelo benefício encontrado. “Elas auxiliam no controle do apetite”, analisa o pesquisador. Assim, a saciedade é prolongada e a fome não tende a bater a todo momento

Vale ponderar, no entanto, que não adianta nada apostar no ingrediente se você vive enterrada no sofá e devorando guloseimas. “A ameixa seca não é como um doce mágico para o emagrecimento. Não há substituto para uma mudança de estilo de vida”, sentencia Halford.

Cuidado com as calorias

As conclusões do time de Liverpool causaram burburinho entre os experts em alimentação saudável. A nutricionista Anita Sachs, da Universidade Federal de São Paulo, acredita que é perigoso investir nas ameixas secas como uma solução para controlar as medidas.

“Elas são bastante calóricas e é muito fácil exagerar no consumo”, diz a especialista, que prefere recomendar a versão fresca da fruta. “Na forma in natura, ela tem um bom teor de fibras e vem repleta de água, o que resulta em menos calorias”, defende. Já a médica Marcella Garcez, da Associação Brasileira de Nutrologia, não faz críticas ao tipo desidratado. Só que prescreve muita parcimônia. “O problema está mesmo na quantidade”, ressalta.

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características


    Receba Descontos Especiais e Ofertas Exclusivas em seu E-mail